sexta-feira, 27 de março de 2009

entrevista do canal botafogo com maurício assumpção

foi curta e poderia ter explorado mais assuntos, mas gostei muito da entrevista do ricardo monteiro, do site canal botafogo, com nosso presidente maurício assumpção.

e gostei mais ainda da possibilidade de o botafogo voltar a brasília ainda neste ano.

outra boa notícia, esta publicada pelo lancenet!, foi a de que tal marca de refrigerante que poderá fechar parceria com o botafogo é a coca-cola, que não foi negada pelo vice-presidente de marketing, beto macedo.

vejam abaixo. todos os créditos para o canal botafogo.

cb: presidente, uma das maiores queixas da torcida, desde que ganhamos o direito de administrar o engenhão, diz respeito à questão da falta de identificação do estádio como a casa do botafogo. esse ano foram colocados escudos no gramado, serão colocados painéis, mas a grande reclamação é com a cor das cadeiras. a diretoria passada dizia ser proibido alterar as cores da arquibancada. afinal, é proibida essa mudança ou existe a possibilidade?

ma: no contrato de concessão diz que as cores das cadeiras da arquibancada e da tribuna não podem ser mudadas, o padrão de cor delas não pode ser alterado. o que a gente pode fazer é “vestir” essas cadeiras, com algum material descartável, mas o custo é altíssimo.

cb: existe algum planejamento nessa área?

ma: a gente está tentando viabilizar, de forma que um patrocinador vista essas cadeiras, com a estrela em preto e branco e nas costas o nome do patrocinador. talvez para uma parte do estádio inicialmente, depois para todo o estádio, mas isso tem um custo muito alto e talvez não consigamos viabilizar.

cb: outra questão que gera dúvidas nos torcedores é sobre as atividades extra-futebol que acontecerão em 2009. o meeting de atletismo, por exemplo. o botafogo pretende jogar em outros estádios durante a preparação para esses eventos, ou está adequando as datas ao calendário do futebol?

ma: o meeting será realizado no mesmo dia do jogo botafogo e corinthians. o que a gente conseguiu? a rede que transmite o meeting é a mesma que transmite o jogo e a gente conseguiu colocar o jogo para mais tarde. então vai ter o meeting e o jogo no mesmo dia. acabou o meeting, você esvazia o estádio e já o prepara para o jogo mais tarde.

cb: e os shows?

ma: a questão de show a gente está usando o mesmo critério do maracanã, que no meio do ano terá um show do roberto carlos e, com isso, durante quinze dias o maracanã não poderá ter jogos. a gente tem uma folga na tabela de exatamente quinze dias, então serão esses quinze dias que a gente utilizará, ou seja, o que a gente vai fazer é adequar o estádio ao calendário.
agora, o botafogo também tem propostas de outras cidades. por exemplo, de empresários interessados em levar alguns dos jogos de mando de campo do botafogo para brasília, em função da torcida que a gente tem lá. então, talvez a gente possa até aumentar esse período de quinze dias para três semanas, se a gente levar um desses jogos pra brasília. mas isso são coisas que ainda estamos vendo, pois temos que ver a viabilidade economia, além da questão técnica, obviamente.

cb: o engenhão, esse ano, está sendo utilizado por equipes que não tem estádios ou que tiveram os seus estádios vetados para jogos do campeonato carioca. no ano passado havia uma reclamação da diretoria de que a ferj obrigava o botafogo a ceder o estádio para as partidas que ela determinasse. o botafogo, hoje, pode vetar uma partida marcada para o engenhão?

ma: na verdade a ferj faz uma consulta ao botafogo. todos os jogos que foram feitos no engenhão esse ano, foram feitos com a anuência do botafogo. como nós temos uma parceria com a ferj, nós sempre procuramos ajudá-los, mas levando em consideração o critério técnico no botafogo, ou seja, aquilo que não for prejudicial ao botafogo. e, obviamente, que mesmo o clube pequeno para jogar no engenhão, tem uma taxa mínima, que já está especificada na federação, que a gente cobra. além dessa taxa mínima, o botafogo ganha também na questão da bebida e da comida que é vendida aqui dentro. a gente também tem uma taxa mínima que ganhamos, em relação às concessionárias (empresas que vendem alimentos e bebidas no estádio).

cb: sobre os clássicos no brasileirão, o botafogo irá lutar para jogar no engenhão ou aceitará jogar no maracanã?

ma: a gente tem uma promessa de que os nossos jogos terão o mando de campo aqui, até porque temos que testar isso, pois em 2010 e 2011 o maracanã estará fechado para obras e temos que testar.

cb: falando agora sobre o torcedor maurício. qual foi o seu grande momento como torcedor?

ma: meu grande momento como torcedor foi o título de 1989, para mim foi fundamental, para o próprio clube o título foi fundamental.

cb: e o grande ídolo que você viu jogar?

ma: bem, eu vi jair, rogério, gerson... vi marinho chagas, mendonça... o próprio maurício. depois o alemão, que era um baita jogador... túlio maravilha. então essas são algumas referências.

cb: desses, qual o maior de todos para você?

ma: o Maior de todos? talvez tenha sido o jairzinho... foi o que me marcou mais.


saudações botafoguenses!!!

5 comentários:

Rui Moura disse...

Sim, concordo que é uma entrevista muitíssimo pouco exploratória. De substancial mesmo tem pouco.

Abraços Gloriosos!

Anônimo disse...

O cara parece que mede todas as palavras antes de falar.

Não entendi essa história de perceria com ferj, nós sempre fomos prejudicados pela federação.

Não me agrada ceder i estádio para clubes menores. Eles que jogem no estádio do Olaria.

Um abraço.

Adauto disse...

Um bom bate papo entre 2 torcedores do Fogão.

Mudando de assunto, não aguento mais esse rame rame do cantor de churrascaria. Ele torce para aquele arremedo de time e clube e está debochando da nossa cara. Nem vou me preocupar com o jogo de amanhã.

Bons casamentos para você. Faça a média com a patroa, ai sim, você vai ganhar.

Abraço

Adauto

Anônimo disse...

Snoopy,
o bacana, para nós botafoguenses-brasilienses, é saber que há a perspectiva concreta do Fogão voltar a Brasília ainda em 2009. É o que eu já defendi lá no FogoEterno: vale muito mais a pena pegar umas partidas sem grande apelo, tipo contra Barueri ou Atlético-PR, e trazer para Brasília - será jogo de uma só torcida, e nós certamente vamos colocar pelo menos dez mil pessoas no estádio, seja o Bezerrão ou o Mané Garrincha!
Abração,
Marcelo

snoopy em p/b disse...

fala, marcelo!
cara, o botafogo traz pelo menos 10.000 pessoas aqui mesmo se estiver em má fase (toc toc toc).
concordo plenamente com você.
acho que o problema é a questão dos contratos já assinados, até, por exemplo, o plano sócio-torcedor.

adauto,
hehe vou fazer média sim. valeu!
vai ser duro mesmo ver esse jogo de logo mais.aff!!!

foquinha,
eu acho uma boa essa cessão. falei disso alguns posts atrás. acho bom pra fortalecer o botafogo politicamente. e sobre a ferj, a diretoria já falou que tentará dialogar mais com ela. acho que temos que demonstrar mais independência sem radicalismo, como era com o bebeto.
valeu!

rui,
é verdade. acho que a citação de brasília me chamou muito a atenção e por isso publiquei... hehe

abraços e sds. botafoguenses!!!